Palavras intraduzíveis

Cada cultura possui algumas palavrinhas que simplesmente não existem em outros lugares, o terror dos tradutores: as palavras intraduzíveis. Mas e aí, como faz? Traduz-se uma palavra por um conceito ou então faz-se uso da boa e velha Nota do Tradutor no rodapé.

Os exemplos que vou postar aqui hoje foram traduzidos e as imagens replicadas do blog Maptia agora online aqui.

01. Alemão > Waldeinsamkeit

Um sentimento de solidão, de estar sozinho na floresta e conectado com a natureza. Ralph Waldo Emerson até escreveu um poema sobre isso.

02. Italiano > Culaccino

A marca que um copo gelado deixa sobre a mesa. Quem poderia saber que a condensação poderia soar tão poética!

03. Inuits > Iktsuarpok

Os inuítes são os membros da nação indígena esquimó que habitam as regiões árticas do Canadá, do Alasca e da Groelândia. Essa palavrinha se remete ao sentimento de antecipação que faz você ir até o lado de fora de casa para ver se tem alguém chegando, e provavelmente também indica um elemento de impaciência.

04. Japonês > Komorebi (木漏れ日)

Essa é a palavra japonesa para quando a luz do sol passa pelas árvores – a interação entre a luz e as folhas.

05. Russo > Pochemuchka (Почемучка)

Alguém que faz muitas perguntas. Na verdade, que provavelmente perguntas demais. Todos conhecemos alguém assim, não é?

06. Espanhol > Sobremesa

Os espanhóis tendem a ser bem sociáveis e essa palavra descreve o momento após uma refeição quando você conversa sobre comida com as pessoas que acabou de dividir a sua refeição.

07. Língua indonésia > Jayus

A gíria deles para quem conta uma piada tão mal que chega a ser tão engraçado que você não pode evitar rir bem alto.

08. Língua havaiana > Pana Poʻo

Sabe quando você esquece onde deixou suas chaves e precisa coçar a cabeça porque de alguma forma parece te ajudar a lembrar? Essa é a palavra usada para isso.

09. Francês > Dépaysement

O sentimento que vem de não ser do país natal de alguém – de ser um estrangeiro, ou imigrante, de estar fora do local que você nasceu.

10. Urdu > Goya (سے)

Urdu é a língua nacional do Paquistão, mas também é a língua oficial de 5 estados indianos. Esta palavra urdu transmite um contemplativo “como se” que, no entanto, parece realidade, e descreve uma interrupção transportadora que pode ocorrer, muitas vezes, através de uma boa narrativa.

11. Sueco > Mångata

A palavra para o cintilar, o caminhar do reflexo que a lua cria na água.

Gostou? A autora desse post transformou isso tudo em um livro, chamado Lost in Translation, com 50 ilustrações de palavras intraduzíveis. O livro está disponível para compra no Book Depository.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *