Aprendendo idiomas de graça na internet

Caros leitores, a internet é uma coisa maravilhosa. Há dez anos quem poderia adivinhar que em um futuro próximo poderíamos ter acesso a tanto conteúdo como temos hoje, não é mesmo?

Obviamente é preciso saber separar o joio do trigo. Quem é que nunca perdeu a noção do tempo ao ficar vendo memes e fotos de gatinhos emburrados nas redes sociais, que atire o primeiro mouse. Mas existe muito conteúdo bom e relevante na internet, basta apenas saber onde procurar.

Sou apaixonada por idiomas, e uma das maravilhas da internet é que agora é incrivelmente fácil você aprender aquele idioma que sempre quis, mas nunca achou um curso que fosse perto, acessível ou seja lá qual fosse o empecilho. O meu preferido é o Duolingo, um site/aplicativo do qual, se você nunca ouviu falar, deveria sair da pedra onde esteve morando nos últimos três anos.

O Duolingo é um website/aplicativo de ensino de idiomas gratuito que foi lançada ao público em 2012. Quase três anos depois é um caso de absoluto sucesso, com mais de 25 milhões de usuários (dados de janeiro de 2014, segundo a Wikipedia).

A plataforma oferece vastas lições de escrita e ditado, com ênfase menor na fala. Há uma árvore de habilidades (família, cores, preposições, tempos verbais, etc.) na qual os usuários vão progredindo ao completar as lições, ganhando pontos e, assim, evoluindo de nível na língua em questão.

Para os brasileiros existem as opções de estudar alemão, espanhol, francês e inglês. Mas para quem já é fluente no inglês as possibilidades são ainda maiores: além das línguas disponíveis para os falantes de português brasileiro, você pode fazer cursos de italiano, holandês, irlandês (gaélico), sueco e dinamarquês. Se você achou muito, saiba que não para por aí, estão sendo projetados os cursos de turco, ucraniano, esperanto, norueguês, húngaro, russo, romeno, vietnamita e polonês. E claro, os gringos também podem aprender a falar português. Curiosamente, o curso de português para falantes de inglês tem mais de 3 milhões de usuários inscritos!

O método é eficiente?
A eficácia da abordagem da plataforma tem sido estudada pela própria empresa. Professores da Universidade de Nova York e da Universidade do Sul da Califórnia, descobriram que 34 horas de atividades no Duolingo são equivalentes a habilidade de leitura e escrita adquiridas no primeiro semestre de uma universidade, o que equivale a mais de 130 horas de estudo.

O mesmo estudo mostrou que os usuários do software Rosetta Stone levaram entre 55 a 60 horas para aprender o mesmo conteúdo. Tudo depende do seu empenho em aprender e estudar, isso ninguém pode fazer por você.

Interessou?
Você pode acessar o Duolingo pela internet ou ainda baixar o aplicativo disponível para iOS, Android e Windows Phone. Aprender um idioma novo nunca foi tão fácil e tão acessível.


Sobre a imagem no início do post: Página inicial do site Duolingo. © 2015.
Fonte de apoio para o artigo: Wikipedia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *